Pterígio: Sintomas, causas e tratamentos.

Atualizado: 1 de mar. de 2021

popularmente conhecido como a "carninha do olho", o pterígio uma lesão que afeta a conjuntiva, provocado pelo crescimento de um tecido fibrovascular nesta membrana, que recobre a parte branca do olho, em direção à córnea. Normalmente cresce de forma lenta, mas em casos mais avançados pode crescer de maneira mais rápida, chegando ao ponto de cobrir a pupila e interferir na visão do portador.

Usualmente o pterígio ocorre com mais frequência em pacientes que vivem em regiões mais quentes, já que uma das principais causas, do surgimento do tecido, é a exposição ao sol.

Além disso, existem alguns outros fatores ambientais que podem causar a doença, sendo eles, mais propícios de acontecer especialmente em pessoas com predisposição genética.

Possíveis causas:

  • Exposição excessiva ao vento

  • Exposição à luz solar sem proteção contra os raios UVA e UVB

  • Exposição a agentes poluidores sem proteção

  • Ressecamento dos olhos

A doença é mais frequente em adultos, entre 20 e 40 anos, e costuma ser mais comum em homens do que em mulheres.

Quais são os sintomas?

O sintoma mais frequente, é um leve incomodo no olho, além da alteração na aparência, tal fator que leva os pacientes a consultarem um oftalmologista. Outras queixas comuns são:

  • Irritação dos olhos

  • Vermelhidão nos olhos

  • Ardor dos olhos

  • Coceira

  • Sensação de cisco no olho

  • Fotofobia (sensibilidade à luz)

  • Inflamação ocular

O diagnóstico do pterígio é feito a partir do exame clínico. Para tanto, o oftalmologista utiliza uma lâmpada de fenda que permite uma análise ocular com a ajuda de ampliação e iluminação.

Tratamento:

Para evitar complicações visuais, o paciente deve buscar auxílio médico assim que sentir os primeiros sintomas ou ao notar o crescimento da membrana estranha no olho.

O tratamento é realizado pelo oftalmologista. Após um exame clínico, o profissional avalia o grau do desenvolvimento da doença, considerando os sintomas e o tamanho do pterígio, podendo optar por tratamentos clínicos, ou cirúrgicos.

Para os casos de pterígios que apresentam sinais leves. O tratamento ocorre por meio da aplicação de compressas frias, colírios e anti-inflamatórios por um curto período.

Porém, quando a lesão causa desconforto persistente ou compromete a visão, é indicada a remoção cirúrgica. Além desses casos, a intervenção pode ser indicada por razões estéticas.

Cirurgia do Pterígio

  • benefícios

  • melhora da estética

  • melhora da visão

  • tempo de cirurgia breve

  • alivio dos sintomas

A cirurgia é indicada quando o portador começa a sentir muito incomodo com os sintomas ou dificuldades visuais.

14 visualizações0 comentário